sábado, 12 de agosto de 2017

Cornostentação: Vídeo Nacional: Não basta ser corno tem que fazer ...

Isso é um grande sonho meu!!!



Cornostentação: Vídeo Nacional: Não basta ser corno tem que fazer ...: Que corno filho da puta, olha que otário, a mulher dele rebolando na pica do macho, degustando cada cm, ignorando totalmente a presen...

5 comentários:

  1. Adoraria conhecer casal cujo marido sente tesao em ver sua amada transando com outro macho.
    Não tenho problemas de ereção mas adoro chupar demoradamente o corpo de uma mulher safadinha.Considero um ritual as longas lambidas pelo corpo, começando por beijos, toques sutis, não sou de ir colocando a mão, deixo a parceira desesperada por ser tocada ate que o corpo amoleça.Quando a calcinha ensopa a parceira fica com as mãos nervosas, que não param.Quando não resistir, puxo a calcinha e caio de língua demoradamente.Adoro clitóris avantajado e quero te conhecer
    Procuro por mulher fogosa .Tenho excelente nível, pele clara, corpo musculoso, rosto bonito, experiente, respeitador, cheiroso, saudável e com local para encontros, porém posso ir até vc.
    machoalfasorocaba@bol.com.br

    ResponderExcluir
  2. Bom dia sou o negro fodedor de São José dos Campos regiao do Vale do Paraíba ..casais e cornos e esposinhas liberadas pelo marido afins só me add favor olharem meu ddd Meu whatsapp 012997047821 sigilo absoluto ...

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. A verdade é que adoro muito sexo . É tanto que o prazer começa quando estamos na captura de um felizardo . Gosto de participar da conversa, até que chega o momento em que minha esposa começa a dar entrada para o cidadão . Daí pra frente , é só tesão , até a ultima gozada . Felixcasado2

    ResponderExcluir
  5. Olá meus amigos, tudo bem .

    Sou casado há 26 anos e CORNO também há 21 anos e hoje ajudo a minha esposa com seu amante fixo que frequenta há 6 anos a minha casa e também um casal maravilhoso, onde saímos, jantamos fora, viajamos e transamos sempre que possível, na qual esta amizade já dura há 12 anos
    Minha esposa me faz de mordomo para atender as suas necessidades quando transamos com eles, levando cerveja, vinho, água, petiscos e o que pedirem em geral.
    O amante dela transa e goza dentro da buceta sem camisinha e ela me faz limpar o pau dele e a buceta dela com a boca e língua, enquanto eles namoram e se beijam e nem se importam com a minha presença, ou seja, me ignoram por completo.
    Eu já até dei banho no amante para que ele pudesse transar limpo e cheiroso com a minha esposa, inclusive lavando muito bem o seu pau.
    Saliento que este amante de 6 anos de convivência, também é muito bem casado, a esposa dele frequenta a minha casa, sabe das nossas transas, mas não curte esta modalidade, inclusive já assistiu algumas transas nossas, mas não quis participar, mas é bem liberal e tem uma cabeça muito aberta.
    Com o casal, sou bem mais liberal, inclusive com o marido, pois transo com ele literalmente, ou seja, como a bundinha dele e dou bem gostoso, nos beijamos muito, bebemos porra um do outro, sem tabus e sem preconceitos e na frente das nossas esposas.
    Fazemos tudo e de tudo entre quatro paredes com este casal, inclusive dupla penetrações nas nossas esposas.
    Minha esposa por sua vez, se delicia muito com este casal, beijando, chupando e transando também muito gostoso, no qual já viajou sem a minha presença para outro Estado com este casal e já dormiu na casa deles algumas vezes sem que eu estivesse junto, pois estava em viagem a trabalho.
    Confesso que fazer a minha esposa de puta, partiu de uma conversa que EU tive com ela, pois chegamos até mesmo a ficar estremecidos com esta conversa por algum tempo, mas aos poucos fui convencendo e mostrando que nada mudaria o nosso amor, muito pelo contrário, só aumentou.
    A primeira transa com outro homem demorou muito para acontecer e foi numa Cidade vizinha com uma pessoa que encontramos na internet, e que foi muito bom, pois ela chupou, beijou e transou muito com ele, inclusive me humilhando enquanto transava com o amante, me chamando de corno, pau pequeno, frouxo, entre outros, depois houveram muitos outros homens, bem como com muitas mulheres e casais também.
    Hoje nos amamos muito e estamos juntos em todos os momentos, exceto com este casal que tem esta liberdade de transar com a minha esposa sem a minha presença, mas confesso que também transamos com a esposa dele sem que ele esteja presente, e eu transo com ele sozinho, sem a presença das nossas esposas e nossas esposas transam entre elas sem a nossa presença............é muito gostoso esta liberdade que adquirimos com este casal de 12 anos de amizade.
    Adoramos esta cumplicidade.

    Abraços
    Corno Marcos ( marcos_sp@yahoo.com.br )

    ResponderExcluir